Press "Enter" to skip to content

Como prevenir a candidíase

A candidíase é uma infecção por fungos que pode se desenvolver na boca ou na vagina. É causada pela proliferação excessiva do cogumelo Candida, naturalmente presente no corpo. Para evitar esse tipo de infecção em adultos e crianças, concentre-se na higiene pessoal e ações preventivas. Ao minimizar os fatores de risco e manter os locais onde a infecção pode ocorrer limpa, seca e bem ventilada, as chances de contrair candidíase podem ser bastante reduzidas.

Prevenção da candidíase oral em adultos

Escove os dentes e use fio dental. Para manter os dentes saudáveis ​​e protegê-los contra infecções, você deve escová-los duas vezes ao dia e usar fio dental uma vez. Lave-os quando acordar de manhã e antes de dormir à noite, para manter a boca saudável e livre de infecções. 

  • Escovar os dentes e usar fio dental reduz o risco de várias infecções bucais, incluindo gengivite. Se o seu sistema imunológico tiver que lutar contra outras infecções, terá mais dificuldade em combater a candidíase.

Mantenha suas próteses limpas. 

Você deve lavá-lo diariamente para remover os restos de comida que podem promover o crescimento de cogumelos. Você também deve remover e mergulhar a prótese em água todas as noites para reduzir o risco de proliferação de fungos.

  • Tente remover a dentadura pelo menos duas noites por semana, quando estiver em casa e não precisar dela, além de removê-la quando dormir. Isso permite que você mantenha a boca e as dentaduras mais limpas, minimizando as chances de contrair candidíase.

Substitua a escova de dentes a cada três a quatro meses.

 Para manter a boca limpa e minimizar o número de fungos, substitua a escova regularmente. Os dentistas geralmente recomendam fazer isso a cada três a quatro meses. Isso minimiza o risco de Candida proliferar na escova de dentes e infectar sua boca.

  • Substitua a escova se as cerdas estiverem deformadas e gastas.
  • Os fungos não sobrevivem por muito tempo fora do corpo, mas tomar medidas preventivas é melhor do que arriscar uma infecção.

Limpe os dentes regularmente. 

Algumas sessões de limpeza dental por ano podem reduzir o risco de contrair candidíase. Se você não puder pagar visitas regulares ao dentista, aproveite as escolas de odontologia ou os dias em que são oferecidas visitas gratuitas. 

  • A limpeza dentária profissional, realizada regularmente, ajuda a minimizar o risco de infecções e permite remover todos os resíduos alimentares que você não consegue alcançar com uma escova de dentes e fio dental. Seu dentista também poderá reconhecer os sintomas de uma infecção em andamento durante a visita.
  • A limpeza dentária é especialmente importante se você usa dentaduras ou tem diabetes, porque são dois fatores de risco para candidíase.
  • Se você planeja ir a uma escola de odontologia para limpeza gratuita, marque uma consulta com bastante antecedência, pois a espera pode ser longa.

Enxágue a boca se você usar um inalador de corticosteróide. 

Usar um inalador de asma pode aumentar suas chances de contrair candidíase. Para minimizar o risco, lave a boca com água após o uso. Dessa forma, você eliminará todos os resíduos da droga.

 

Trate doenças que podem causar candidíase.

 Existem algumas doenças que, se não tratadas, podem aumentar a probabilidade de contrair candidíase oral, principalmente diabetes não controlada. Além disso, doenças que inibem o sistema imunológico, como AIDS ou câncer, também podem aumentar o risco de candidíase, porque impedem o organismo de combater a infecção. 

  • O diabetes não controlado pode aumentar a quantidade de açúcar na sua saliva, criando, consequentemente, um ambiente mais propício à proliferação de cogumelos. Se você administra o diabetes com insulina e uma dieta controlada, seus níveis de açúcar e risco de candidíase serão minimizados.
  • A imunossupressão pode limitar a produção de saliva e eliminar as bactérias benéficas da boca e, em particular, da área vaginal.
  • O ressecamento crônico da boca também pode promover candidíase, porque a falta de saliva permite que o fungo prolifere. Tenha seu problema bucal tratadopara minimizar o risco de infecção.
  • O alcoolismo, que é uma doença, também pode aumentar o risco. Consulte o seu médico sobre o consumo de álcool e as alterações que você deve fazer.

Cuidado com os tratamentos que aumentam o risco de contrair candidíase.

Converse com seu médico sobre o risco de contrair esta infecção e maneiras de minimizá-la durante o tratamento. Pode ser possível mudar a terapia medicamentosa ou dar-lhe outros medicamentos que previnem a infecção por fungos.

  • Por exemplo, tratamentos para HIV e AIDS podem suprimir o sistema imunológico, aumentando a probabilidade de contrair candidíase.
  • Os tratamentos contra o câncer, como quimioterapia e radioterapia, também podem promover o desenvolvimento de candidíase.

Be First to Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mission News Theme by Compete Themes.